21 Agosto 2018

Amin Hashem cresceu com o perigo constante dos bombardeamentos sobre Dhuma, em Ghuta Oriental, região cercada e frente de batalha ativa na guerra da Síria. O risco de morte, a escassez de tudo, a fome, os feridos sem médicos para ajudar: uma vivência terrível que mostrou ao mundo nos vídeos exibidos na série de reportagens da SIC “Diário de Ghouta”.

O diretor executivo da Amnistia Internacional, Pedro Neto, conversou com ele em julho. O jovem refugiado sírio recordou a vivência dos civis apanhados na guerra e a dura travessia que fez em busca de segurança. E abriu o coração de gratidão a todos quantos lhe dizem – e a todos os refugiados como ele – Eu Acolho.

Esta é a história de Amin Hashem contada na primeira pessoa.

Eu acolho

Eu acolho

Resolver a crise global de refugiados pode começar com quatro palavras: Eu acolho os refugiados! Assine o nosso manifesto.

8195 PESSOAS JÁ AGIRAM
Assinar Petição

Artigos Relacionados