7 Dezembro 2017

O nigeriano Moses Akatugba, que foi torturado, injustamente condenado à morte por um crime que não cometeu quando tinha 16 anos, e que, em 2014 foi  um dos casos da Maratona de Cartas, estará em Portugal de 5 a 9 de dezembro de 2017.

O jovem vem participar num ciclo de conferências organizado pela Amnistia Internacional, para contar a sua atribulada história, mas também agradecer a todos os que ajudaram a salvar a sua vida, através da participação na Maratona de Cartas.

Quinta-feira, 7 dezembro, das 10h00 às 12h00

Auditório Municipal António Silva, no Cacém

Os lugares são limitados e por isso sujeitos a inscrição prévia, até ao dia 6 de dezembro, para o email l.marques@amnistia.pt .

 

Artigos Relacionados