Descrição de Funções

O/a Gestor/a de Recursos Humanos terá como funções a gestão e implementação das diversas dimensões associadas aos recursos humanos e gestão de pessoas da Amnistia Internacional – Portugal, garantindo uma administração eficaz de recursos humanos e o alto desempenho e motivação dos colaboradores/as da organização.

Nessas dimensões destacam-se os processos relacionados com o recrutamento, acolhimento, integração e bem-estar, numa cultura de trabalho positiva e resiliente apesar dos desafios de direitos humanos que trabalha no dia-a-dia, bem como trabalhar para a melhoria da produtividade, assiduidade da equipa e organizar a formação profissional dos/as colaboradores/as.

O sucesso desta posição será uma coordenação, planeamento e implementação de uma boa gestão de recursos humanos realizada com o objetivo de garantir a excelência, a inovação, a diversidade e promover a excelência e melhoria contínua da produtividade, assiduidade e desempenho dos colaboradores/as da Amnistia Internacional – Portugal com vista ao cumprimento integral da missão da organização.

 

Localização e Condições:

Localização: Sede da Amnistia Internacional – Portugal, na Rua dos Remolares, em Lisboa.

Duração: 1 ano, com possibilidade de transição para o quadro permanente.

Condições:

  • Horário a tempo inteiro / full time;
  • Salário mensal compatível com a função de coordenador (desde € 1.391,11 € a € 1.947,55 ilíquidos), consoante a experiência e conhecimentos comprovados da pessoa selecionada;
  • Subsídio de refeição (7,23€);
  • Possibilidade de ajuda de custos em subsídio de transporte (até 80€/mês);
  • Possibilidade de ajuda de custos inerentes ao exercício das suas funções em regime híbrido de teletrabalho (80€/mês);
  • Outros benefícios, que incluem seguro de saúde após o período experimental, subsídio de apoio à parentalidade (75€ por filho/a ou menor a cargo), possibilidade de teletrabalho até três dias por semana, bolsa de dias remunerados com dispensa por doença, dispensa no dia de aniversário, dispensa no dia de aniversário de filhos/as, ou menores a cargo, com menos de 18 anos de idade, entre outros dias, consoante o cumprimento de objetivos e metas individuais e/ou coletivas e conforme a política de recursos humanos da organização;
  • Integração numa organização com uma política de recursos humanos com forte aposta no desenvolvimento pessoal e profissional;
  • [Todos os benefícios previstos no código do trabalho português].

 

Relações de Trabalho

Reporta a: Diretor/a Executivo/a | Diretor/a de Gestão Operacional e Financeira

 

Principais Responsabilidades

1. Pessoas e desenvolvimento de liderança

  • Desenvolver estratégias e implementar iniciativas de desenvolvimento dos recursos humanos, que promovam a liderança, o bem-estar e o bom desempenho das pessoas, a dois níveis: coletivo e individual.
  • Promover estratégias com vista a alcançar níveis elevados e adequados de desempenho e produtividade e assiduidade dos colaboradores/as da organização;
  • Acompanhar as tendências em matéria de inovação e boas práticas na gestão de pessoas e realizar estudos de benchmarking sempre que necessário;
  • Promover o processo de atualização do código de conduta interna dos/as colaboradores/as e a sua implementação, sempre que se revele necessário.
  • Gerir e supervisionar o cumprimento de processos anuais de avaliação de desempenho e apoiar os diretores dos departamentos na definição de objetivos dos colaboradores, sempre que necessário;
  • Apoiar o/a diretor/a executivo/a e os restantes diretores de departamento através da realização e implementação de uma estratégia de retenção de talento, avaliação de processos de progressão na carreira e outras formas de crescimento e desenvolvimento de cada colaborador/a.
  • Apoiar o/a diretor/a executivo/a e o/a diretor/a adjunto/a na liderança de todos os aspetos de melhoria organizacional, relações de trabalho e emprego na organização, modelos de trabalho em vigor na organização em cada momento;
  • Assegurar o desenvolvimento, implementação, monitorização e avaliação da gestão de recursos humanos, incluindo o diagnóstico de necessidades organizacionais, políticas, ferramentas e procedimentos, adequação de habilitações e necessidades potenciais de competências, formação, desenvolvimento profissional, evolução e mudança organizacional.
  • Implementar e gerir programas de capacitação, teambuilding e formação profissional dos/as colaboradores/as da organização, de acordo com a legislação portuguesa e as políticas de recursos humanos da organização;
  • Colaborar no planeamento operacional, acompanhar e cumprir com os exercícios orçamentais previstos, no âmbito da gestão de recursos humanos.

2. Cultura de trabalho inclusiva e coesa

  • Assegurar e liderar a implementação de processos de melhoria contínua na cultura organizacional da equipa executiva da Amnistia Internacional – Portugal focadas nos valores da Amnistia Internacional, na inclusão e diversidade, na coesão, na excelência e na inovação;
  • Promover políticas e ações com vista ao bem-estar de todas as pessoas – com especial enquadramento em cenários de gestão de crises de direitos humanos no mundo, e de acordo com as linhas guia do Secretariado Internacional da Amnistia Internacional;
  • Desenvolver e assegurar o cumprimento e atualização dos protocolos de acolhimento de novos/as colaboradores/as e sua integração na estrutura da organização, mantendo atualizado o manual de acolhimento; bem como desenvolver e assegurar o cumprimento e atualização dos protocolos de saída dos/as colaboradores/as.
  • Liderar o processo de gestão de desempenho e o ciclo de desenvolvimento de talento dos/as colaboradores/as da Amnistia Internacional (recrutamento, integração, avaliação de desempenho e saída).
  • Preparar e realizar eventos e atividades internas para colaboradores/as no âmbito da promoção da liderança e cultura de trabalho inclusiva e coesa.
  • Desenvolver e implementar de forma isenta e imparcial métodos de resolução e mediação de conflitos entre colaboradores/as e entre colaboradores/as e a organização, de acordo com as políticas de recursos humanos, o código do trabalho português e as linhas guia do Movimento Internacional.
  • Assegurar a devida identificação, comunicação superior e resolução de problemas ou conflitos emergentes, quer com mediação eficaz, quer com propostas relevantes de diferentes soluções, alternativas e suas consequências.

3. Gestão de Recursos Humanos e desenvolvimento da estratégia de RH

  • Assegurar a gestão de recursos humanos da equipa executiva da Secção numa perspetiva integrada, tendo em conta o código de trabalho português, a política de RH, a orgânica interna da organização, e consonância com o plano estratégico e planos operacionais em curso.
  • Assegurar que a gestão de recursos humanos é feita de acordo com as normas obrigatórias do Movimento internacional.
  • Assegurar propostas de atualização da política de recursos humanos e sua implementação, sempre que se justifique necessário;
  • Assegurar o cumprimento do Código de Trabalho português, da política de recursos humanos da organização, do código de conduta da equipa executiva e contratos de trabalho todos os/as colaboradores/as da organização.
  • Providenciar administração diária de informação, apoio ao pessoal e atuar como ponto de contacto primordial ao staff para todas as questões de recursos humanos (seguro de saúde, aposentações, licenças e outros benefícios relacionados dos recursos humanos, etc.).
  • Apoiar o/a diretor/a executivo/a e os restantes diretores de departamento em todos os procedimentos de recrutamento e seleção de novos/as colaboradores/as;
  • Assegurar a implementação de todos os procedimentos relacionados com abertura de concursos de recrutamento de pessoal.
  • Assegurar todos os procedimentos relacionados com documentação e processos individuais de cada colaborador/a.
  • Assegurar todos os procedimentos relacionados com a gestão de assiduidades, informação para processamento de salários, mapas de férias e afins.
  • Dirigir o planeamento e a implementação de sistemas de gestão de segurança, higiene e saúde no trabalho (SHST) conforme a legislação portuguesa e as normas fundamentais da Amnistia Internacional;
  • Garantir o cumprimento das normas de higiene, saúde e segurança no trabalho por parte de todos/as os colaboradores/as da organização;
  • Recolher, organizar e preparar a documentação necessária que assegure a permanente atualização da legislação laboral na organização;
  • Assegurar o cumprimento de pedidos de informação por parte das autoridades estatais em matéria de recursos humanos e condições de trabalho;
  • Elaborar relatórios e definir métricas de avaliação sobre a gestão dos recursos humanos na organização.
  • Assegurar que o sistema de informação de Recursos Humanos e os arquivos da equipa estão atualizados.
  • Elaborar e apresentar relatórios trimestrais sobre gestão de pessoas, cultura e recursos humanos.

 

Perfil e Requisitos

Áreas de formação preferenciais: Gestão de Recursos Humanos. Formação complementar em áreas de psicologia e/ou coaching serão valorizadas.

Os/as candidatos/as deverão reunir, cumulativamente, conhecimentos e experiência nas seguintes áreas:

  • Competências e experiência em funções de gestão de recursos humanos, tanto a nível administrativo, como a nível de liderança e tomada de decisões;
  • Dinamismo e experiência em liderança e gestão de equipas;
  • Competências e experiência nos domínios de desenho, implementação, gestão e avaliação de ações e projetos no âmbito da coordenação de equipas e recursos humanos;
  • Competências e experiência em processos de inovação na gestão de pessoas e de equipas de alto desempenho;
  • Competências e experiência em processos de avaliação e desenvolvimento de desempenho;
  • Competências e experiência em processos de seleção e recrutamento;
  • Competências e experiência na promoção de ações de teambuilding, entre outras, que potenciem o trabalho de equipa e a motivação.
  • Competências e experiência na identificação de necessidades de formação e implementação de programas de crescimento e desenvolvimento pessoal
  • Conhecimento sobre o cumprimento das normas de HSST;
  • Entendimento e conhecimento da legislação laboral portuguesa;
  • Capacidade de comunicação com grupos e competências de facilitação de processos em grupo, online e presencial;
  • Bons conhecimentos da língua inglesa, ao nível escrito e falado.
  • Competências de informática na ótica do utilizador e familiaridade com softwares de gestão de recursos humanos e registo de assiduidade;
  • Forte orientação para resultados e capacidade de trabalho com objetivos desafiantes;
  • Forte sentido de compromisso, dedicação e trabalho em equipa;
  • Capacidade para trabalhar de forma autónoma e sob stress;
  • Assiduidade e pontualidade;
  • Proatividade;
  • Concordância e compromisso com os valores e a visão da Amnistia Internacional;
  • Capacidade de isenção ideológica e partidária no contexto e exercício das suas funções profissionais.

 

Como candidatar-se:

Envio de Formulário de Candidatura devidamente preenchido para candidaturas@amnistia.pt até às 23h59 (hora de Lisboa) do dia 22/06/2022, com indicação da vaga à qual se candidata no assunto da mensagem.

As candidaturas que não cumpram com o envio do formulário devidamente preenchido, não serão consideradas.

Todos os/as candidatos/as serão informados sobre os resultados de pré-seleção.

Os/as candidatos/as selecionados/as para a fase seguinte serão informados sobre os procedimentos seguintes e data para entrevista.

 


 

A Amnistia Internacional Portugal é uma organização não governamental onde as pessoas são selecionadas com base no mérito e nas suas capacidades, e comprometida com os princípios fundamentais da igualdade e da diversidade.

DECLARAÇÃO DE IGUALDADE
A igualdade e a diversidade estão no âmago dos valores da Amnistia Internacional e espera-se que os funcionários/as trabalhem coletiva e individualmente para promover uma abordagem construtiva e sensível para pessoas de diferentes origens e backgrounds, onde o trabalho de todas as pessoas é valorizado e respeitado.

CONFLITO DE INTERESSES
Atividade pública ou de outra natureza, filiação ou apoio a qualquer grupo ou organização, associação pessoal ou outro fator que possa gerar um conflito de interesse real ou percebido para com os princípios da Amnistia Internacional, ou suscitar preocupações de segurança, que possa não permitir ao/à candidato/a o desempenho das principais funções do cargo específico, deve ser comunicada pelo/a candidato/a à Amnistia Internacional – Portugal.

Recursos