Descrição de Funções

O/a Assistente do projeto “Face to Face” (F2F) da zona Norte integra o Departamento de Angariação de Fundos, tendo a seu cargo a assistência à coordenação geral deste projeto de angariação de fundos, através da angariação de novos apoiantes e membros da Amnistia Internacional – Portugal.

Tem como funções apoiar na gestão das equipas do projeto F2F, designadamente traçando orientações e trabalhando a motivação e acompanhamento presencial dessas equipas, definindo os melhores caminhos para se atingir a excelência no trabalho, no âmbito do projeto a que dá assistência e que caracteriza a Amnistia Internacional.

No departamento de Angariação de Fundos articular-se-á com o/a coordenador/a de projetos de Diálogo Direto, com o/a Assistente de projeto F2F que já integra a equipa e com o/a Diretor/a deste departamento. Trabalhará em equipa e estreita colaboração com os restantes elementos deste departamento. Articular-seá ainda com os restantes departamentos e com o/a Diretor/a Executivo/a nos âmbitos das funções e tarefas destes.

 

Localização e condições

Localização: : Zona Norte do país (com maior expressão na cidade do Porto).

Duração: 6 meses.

Condições:

  • Horário a tempo inteiro – 35 horas semanais;
  • Salário mensal compatível com a função de assistente (1.112,88€ ilíquidos);
  • Subsídio de refeição (7,23€);
  • Subsídio de transporte (até 80€/mês).
  • Outros benefícios, que incluem subsídio de apoio à parentalidade, possibilidade de um dia de teletrabalho por semana, bolsa de dias remunerados com dispensa por doença, dispensa de trabalho no dia de aniversário e no dia de aniversário de filhos/as ou menores a cargo com menos de 18 anos de idade, entre outros dias, consoante o cumprimento de objetivos e metas coletivas, conforme a política de recursos humanos da organização.
  • Integração numa organização com uma política de recursos humanos com forte aposta no desenvolvimento pessoal e profissional.
  • [Todos os benefícios previstos no código do trabalho português].

 

Relações de Trabalho

Reporta a:

Reporta a Coordenador/a de Projetos de Diálogo Direto

Principais Responsabilidades

Em conformidade com o trabalho e estratégia do Departamento de Angariação de Fundos, terá como principais responsabilidades:

  • Apoiar a Coordenação no planeamento de aspetos logísticos relacionados com o projeto “Face to Face”;
  • Estabelecer a ligação entre a equipa e a coordenação;
  • Participar no recrutamento, seleção e formação das equipas da zona Norte: recrutadores e chefes de equipa;
  • Capacitar a equipa de recrutadores para o desenvolvimento de competências e desempenho;
  • Acompanhar de forma diária o trabalho desenvolvido pelas equipas na rua, garantindo que agem de acordo com a visão e missão da Amnistia Internacional e o Manual de Recrutador;
  • Manter as equipas atualizadas sobre campanhas e ações da Amnistia Internacional;
  • Apoiar diretamente os chefes de equipa, na gestão do trabalho, na motivação da equipa e na gestão dos materiais necessários;
  • Lembrar objetivos e estabelecer metas diárias, semanais e mensais, de acordo com a estratégia de crescimento definida para o projeto e para o departamento de angariação de fundos;
  • Planear ações de Teambuilding, motivação e coesão das equipas;
  • Cooperar e desenvolver um ambiente profissional entre as equipas, gerindo conflitos e disputas entre equipas, chefes de equipa e recrutadores;
  • Acompanhar presencialmente as equipas na rua, com o objetivo de divulgar o trabalho da Amnistia Internacional, angariando novos apoiantes e membros, juntamente com os elementos das várias equipas;
  • Realizar a avaliação do projeto numa base regular e no final do mesmo;
  • Realizar viagens para acompanhamento das equipas, deslocando-se a outras regiões e cidades de Portugal, em particular na zona norte do país, de acordo com a estratégia definida dentro do projeto, para reuniões, ações de formação com os recrutadores, bem como para criar/ iniciar novas equipas e dar acompanhamento às mesmas ao longo do período em que desempenham funções.

 

Numa perspetiva interdepartamental, deverá:

  • Em parceria com o departamento de Comunicação e Campanhas, promover as campanhas em curso, como estratégia de comunicação para angariação de pessoas e fundos, transmitindo as diferentes mensagens da Amnistia Internacional – Portugal, potenciando o ativismo individual e financeiro através da angariação e fidelização de apoiantes, membros e ativistas da organização.
  • Em parceria com o departamento de Gestão Operacional e Financeira, respeitar todos os exercícios orçamentais do projeto a que dá assistência no departamento de Angariação de Fundos, de forma a contribuir para um crescimento sustentável da Secção.
  • Em parceria com o departamento de Juventude e Educação para os Direitos Humanos, assegurar que os escalões etários mais jovens abordados e angariados são envolvidos nas ações dirigidas a públicos jovens, consoante a estratégia de educação para os direitos humanos e juventude da Secção.
  • Em parceria com o Departamento de Investigação e Advocacia na sintonia de estratégias, narrativas e frentes de direitos humanos que a Secção está a trabalhar em cada momento.

Deve, ainda, trabalhar em harmonia e proximidade com as restantes valências de todos os departamentos, com a Direção e com o Secretariado Internacional, sempre que se verifique necessário.

 

Perfil e Requisitos Considerados

Os/as candidatos/as deverão reunir, cumulativamente, conhecimentos, experiência e características pessoais nas seguintes áreas:

  • Forte sentido de compromisso e dedicação;
  • Elevado nível de responsabilidade;
  • Experiência de recrutamento em projetos Face-to-Face e/ou Door-to-Door (preferencial);
  • Competências em liderança, perfil de liderança motivacional e resiliência;
  • Capacidade para trabalhar de forma autónoma e sob stress;
  • Forte sentido e capacidade de trabalho em equipa;
  • Excelente competência em comunicação oral e escrita em português;
  • Conhecimento e capacidade para abordar direta e adequadamente pessoas em locais públicos;
  • Concordância e compromisso com os valores e a visão da Amnistia Internacional;
  • Capacidade e experiência em gestão de equipas;
  • Capacidade para gerir várias equipas em simultâneo;
  • Domínio de técnicas de formação;
  • Elevado nível de inteligência emocional;
  • Excelentes capacidades de comunicação, empatia e capacidade de trabalho interpessoal;
  • Conhecimento e experiência em processos de tomada de decisão e gestão de conflitos;
  • Disponibilidade para realizar deslocações e estadias em Portugal;
  • Flexibilidade horária, de acordo com a necessidade de realizar viagens para acompanhamento das equipas, e/ou procedimentos inerentes ao projeto, como reuniões e ações de formação com os recrutadores;
  • Assiduidade e pontualidade

 

Como candidatar-se:

Envio de CV e de Formulário de Candidatura devidamente preenchido para candidaturas@amnistia.pt até às 23h59 (hora de Lisboa) do dia 8 de maio de 2022, com indicação da vaga à qual se candidata no assunto da mensagem.

As candidaturas que não cumpram com o envio do formulário devidamente preenchido, não serão consideradas.

Todos os/as candidatos/as serão informados sobre os resultados de pré-seleção. Os/as candidatos/as selecionados/as para a fase seguinte serão informados sobre os procedimentos seguintes e data para entrevista.

 


A Amnistia Internacional – Portugal é uma organização não governamental onde as pessoas são selecionadas com base no mérito e nas suas capacidades, comprometida com os princípios fundamentais da igualdade e da diversidade.

DECLARAÇÃO DE IGUALDADE
A igualdade e a diversidade estão no âmago dos valores da Amnistia Internacional e espera-se que os funcionários/as trabalhem coletiva e individualmente para promover uma abordagem construtiva e sensível para pessoas de diferentes origens backgrounds, onde o trabalho de todas as pessoas é valorizado e respeitado.

CONFLITO DE INTERESSES
Atividade pública ou de outra natureza, filiação ou apoio a qualquer grupo ou organização, associação pessoal ou outro fator que possa gerar um conflito de interesse real ou percebido para com os princípios da Amnistia Internacional, ou suscitar preocupações de segurança, que possa não permitir ao/à candidato/a o desempenho das principais funções do cargo específico, deve ser comunicada pelo/a candidato/a à Amnistia Internacional – Portugal.

Recursos