Vigília pelo Direito à Habitação - Amnistia Internacional Portugal

4 de dez / 19h30

 

Queremos ocupar as ruas para que saibam que estamos atentos e a trabalhar para que o direito à habitação seja um direito humano respeitado e promovido em Portugal. Queremos que saibam que não estamos sozinhos nessa luta.

JUNTE-SE A NÓS

CALENDÁRIO GOOGLE  |  *.ICS (OUTLOOK / ICAL)


 

Em frente à
Câmara Municipal da Amadora


Coordenadas GPS
Sistema WGD 84 – Lat., Long.: 38.7604,-9.23602
Sistema DMS – Lat: 38º45’37.44”N; Long: 9º14’9.671”W;

Link para Google Maps
https://goo.gl/maps/i39c9zpYtkPx8pKs5

 

 

 

© Armstrong Too/Amnesty International

Entre as maiores preocupações da Amnistia Internacional em Portugal está o acesso à habitação no país. Hoje, a questão do acesso a uma habitação condigna e segura não diz apenas respeito a pessoas pobres. Precisamos de si para termos ainda mais força para alertar, sensibilizar e fazer pressão a responsáveis autárquicos e do Governo sobre uma questão que atualmente afeta também a classe média, principalmente nos grandes centros urbanos.

A Amnistia Internacional Portugal tem acompanhado a situação de dezenas de pessoas que, em diferentes bairros e cidades, se viram em situação de desalojamento forçado. Precisamos de si para que fique claro que ninguém deve ficar sem casa ou em situação vulnerável, independentemente do motivo pelo qual foi desalojado/a.

“A habitação é um direito, por isso, são necessárias políticas públicas e incentivos para garantir preços acessíveis para quem busca um teto.”

Pedro Neto, diretor executivo da Amnistia Internacional Portugal

 

 

 

Recursos