Vagas de emprego na Amnistia Internacional Portugal

Justiça. Liberdade. Igualdade. Vamos ao trabalho.

Conheça aqui as vagas de emprego disponíveis na Amnistia Internacional Portugal. Ao trabalhar para a Amnistia Internacional Portugal não estará apenas a trabalhar connosco, estará a trabalhar para 10 milhões de apoiantes, ativistas e membros em todo o mundo que consideram a injustiça e os abusos de direitos humanos, como uma afronta pessoal.

Ao trabalhar connosco, terá a oportunidade de usar o seu saber e especialidade ao serviço deste movimento global que defende os direitos humanos no mundo. Somos um movimento democrático, presente em todo o mundo, investigando, documentando, denunciando e divulgando abusos de direitos humanos, trabalhando para fazer a mudança acontecer em direitos humanos.

Ao trabalhar na Amnistia Internacional, estará a trabalhar para um mundo melhor e mais justo.

 


Vagas Abertas

Se tem talento, paixão conhecimento profundo de direitos humanos e quer utilizar as suas capacidades de trabalho para mudar o mundo, podemos ter uma vaga para si.

Pode consultar aqui as vagas que temos abertas em cada momento. Este é o único local onde encontrará o formulário para candidatura a cada função.


A Amnistia Internacional – Portugal defende o princípio da igualdade de oportunidades de emprego e as decisões de recrutamento baseiam-se no mérito e nas necessidades da organização, e não na etnia, cor, estatuto de cidadão, nacionalidade, país de origem, ascendência, género, orientação sexual, religião, credo, incapacidade física ou cognitiva, estado civil ou filiação política.

Todas as contratações são realizadas através de processos de recrutamento e seleção claros e transparentes que têm sempre em conta as necessidades da Amnistia Internacional – Portugal de atrair e reter os/as melhores, mais qualificados/as e experientes colaboradores/as para a exigência das funções a desempenhar.

Na Amnistia Internacional são tomadas medidas razoáveis para acomodar as necessidades de todos/as os/as trabalhadores/as ou candidatos/as com deficiência, desde que o indivíduo tenha as competências para desempenhar de forma segura as funções essenciais relacionadas com o trabalho.