26 Maio 2019

As Conferências do Estoril regressam, este ano, com o tema “Empowering Humanity: from local to global justice”. Entre 27 e 29 de maio, dezenas de oradores nacionais e internacionais olham para os problemas do mundo e debatem soluções que podem fazer a diferença no futuro. O diretor executivo da Amnistia Internacional Portugal, Pedro Neto, é um dos nomes confirmados.

Integrado no painel “Apoiar os novos changemakers”, organizado no primeiro dia do evento (11h30), Pedro Neto junta-se ao gestor do Programa de Cooperação da Juventude do Centro Norte-Sul do Conselho da Europa, Graziano Tullio, para abordar os deveres que a sociedade tem para com as novas gerações, mais politizadas, conscientes e com capacidade de reivindicar o direito a um futuro digno. Os problemas de justiça global, as desigualdades económicas estruturais, o desenvolvimento tecnológico e as alterações climáticas também vão estar em destaque. O debate será moderado pelo vereador da Câmara Municipal de Cascais nas Áreas de Habitação e Desenvolvimento Social, Promoção de Saúde e Educação, Frederico Pinho de Almeida.

Há vários oradores conhecidos nas Conferências do Estoril: Ahmad Nawaz, ativista para a educação e a paz; Fareeda Khalaf, refugiada e ativista Yazidi; Edit Schlaffer, fundadora e diretora da ONG Women Without Borders; Laya Vasudevan, diretora do Center for Legal Aid and Rights; Anja Ringgren Lovén, fundadora da Fundação African Children’s Aid Education and Development e do centro para crianças Land of Hope, na Nigéria; Edmund Phelps, prémio Nobel da Economia (2006); Stetlana Alexievich, prémio Nobel da Literatura (2015); Rigoberta Menchú Tum, prémio Nobel da Paz (1992); Anne Applebaum, jornalista do Washigton Post e prémio Pulitzer (2004); Fareed Zakaria, jornalista da CNN e vencedor do Arthur Ross Media Award (2017); Harald Jager, ex-militar, conhecido como “o homem que derrubou o muro de Berlim”.

O programa completo pode ser consultado aqui. As Conferências do Estoril têm lugar no campus da Nova School of Business and Economics, em Carcavelos. Se quiser acompanhar em direto, via streaming, visite a página oficial do evento.

Amor em vez de muros

A Amnistia Internacional Portugal aproveita a presença nas Conferências do Estoril para mobilizar a sociedade através de uma nova experiência interativa. Queremos criar uma corrente de amor maior do que o muro que o presidente dos Estados Unidos da América (EUA), Donald Trump, prometeu construir em zonas de fronteiras com o México.

Sob o lema #LoveNotWalls e #AmorNãoMuros, quem se une a esta causa representa 1 km. Por isso, precisamos de ser mais de 1609 pessoas a dar as mãos. Porquê? Porque só assim vai ser possível criar uma corrente maior do que os 1609 km de muro prometidos por Donald Trump.

É fundamental mostrarmos que queremos um outro mundo, onde o amor, a justiça, a paz e a humanidade prevalecem sobre o ódio, o medo ou as fronteiras. Não se esqueça…

  1. Junte-se à corrente de amor em lovenotwalls.amnistia.pt. Por cada nome será somado um quilómetro para ultrapassar a distância do muro entre os EUA e o México que Donald Trump quer construir.
  2. Tire uma fotografia acompanhado/a por alguém na rua, de mão dada ou de forma a criarem a ideia de uma união. Partilhe nas redes sociais com: #LoveNotWalls, #AmorNãoMuros e @amnistiapt

 

Artigos Relacionados