27 Março 2018

A Amnistia Internacional entregou esta quinta-feira, 22 de março, na embaixada de Israel em Lisboa, 58 273 petições assinadas em Portugal, durante a Maratona de Cartas, em solidariedade com os defensores de direitos humanos Farid al-Atrash e Issa Amro, cuja atividade de promoção e defesa dos direitos dos palestinianos nos territórios ocupados da Palestina tem um papel fundamental na construção de uma solução de paz baseada na dignidade da pessoa humana.

Nesta entrega, o diretor-executivo da Amnistia Internacional Portugal, Pedro Neto, e a coordenadora de Investigação e Advocacy, Catarina Prata, reuniram-se com o senhor Embaixador Raphael Gamzou, Embaixador de Israel em Portugal.

“Farid e Issa são vítimas de um conflito que separa dois povos há demasiado tempo, num território com espaço para todos e que é tão importante para tantas pessoas no mundo inteiro. Farid e Issa são duas vítimas entre milhares – de ambos os lados – do ciclo vicioso de violência sem sentido e que persiste há demasiado tempo naquela região. Vimos no embaixador um homem comprometido com a paz e com a justiça – tal qual os ativistas de direitos humanos palestinianos. Desejaríamos que todas as partes envolvidas nas decisões políticas ilegais tivessem este compromisso. O caminho para a Paz seria efetivo”, diz Pedro Neto.

“Farid e Issa são vítimas de um conflito que separa dois povos há demasiado tempo, num território com espaço para todos e que é tão importante para tantas pessoas no mundo inteiro.”

Pedro Neto, diretor-executivo da Amnistia Internacional Portugal

Este caso foi um dos casos da Maratona de Cartas de 2017, que a secção portuguesa adotou, e é também um dos casos celebrados pela Amnistia Internacional na campanha global BRAVE, que tem como principal objetivo a defesa dos defensores de direitos humanos.

A Amnistia Internacional Portugal foi muito bem recebida pelo Senhor Embaixador, que mostrou um enorme respeito pelo trabalho da organização, tendo-se disponibilizado para manter um diálogo sério e construtivo sobre direitos humanos e paz no complexo contexto da situação israelo-palestiniana.

Em representação de 58 273 pessoas que apoiam o caso de Farid al-Atrash e Issa Amro, a Amnistia Internacional Portugal entregou às autoridades israelitas os apelos assinados e dirigidos ao primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, que se juntaram ao total de 389 419 que por todo o mundo participaram na defesa deste caso da Maratona de Cartas 2017. Portugal foi o país que, na Europa, mais assinaturas recolheu neste caso e foi o segundo a nível mundial, ultrapassado apenas pelo Senegal em menos de mil cartas.

No conjunto dos cinco casos adotados em Portugal na mais recente edição anual da Maratona de Cartas, a Amnistia Internacional recolheu no país 308 750 assinaturas em petições:

  • pelos defensores de direitos humanos Farid al-Atrash e Issa Amro, dos territórios palestinianos ocupados, 58 273;
  • pelo defensor de direitos humanos Sakris Kupila, que luta por mudanças no reconhecimento legal das pessoas transgénero na Finl|ândia, 58 590;
  • em defesa da jamaicana Shackelia Jackson, que luta corajosamente por justiça na morte do irmão alvejado pela polícia, 60 818;
  • pelo defensor de direitos humanos Clovis Razafimalala, alvo de acusações falsas e condenado por se bater pela proteção da floresta tropical em Madagáscar, 62 439;
  • e pelos onze defensores de direitos humanos acusados injusta e infundadamente na Turquia de ligações a organizações terroristas, incluindo a diretora executiva da Amnistia Internacional naquele país, Idil Eser, e o presidente da Direção, Taner Kiliç, 68 630.

A nível global, a Maratona de Cartas 2017 reuniu o total de mais de cinco milhões e quatrocentas mil ações, cartas e petições em defesa dos direitos humanos, oriundas dos mais diversos pontos do mundo.

  • 10 milhões

    Existem cerca de 10 milhões de pessoas presas no mundo inteiro, em qualquer momento.
  • 3,2 milhões

    Estima-se que 3,2 milhões de pessoas que se encontram na prisão ainda aguardem julgamento.

BRAVE – A nossa coragem por todos os defensores de direitos humanos!

BRAVE – A nossa coragem por todos os defensores de direitos humanos!

A nova campanha da Amnistia Internacional, por todos os defensores de direitos humanos. Tenha coragem, atue connosco!

1763 PESSOAS JÁ AGIRAM
Assinar Petição

Artigos Relacionados